Resenha - Querido John

quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Título Original: Dear John
Autor: Nicholas Sparks
Número de páginas: 288
Lançado no Brasil pela editora Novo Conceito
"Querido John", dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre.
Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes expectativas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim
como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.
Primeiramente, preciso confessar que esse foi o primeiro livro que li do Nicholas Sparks. E simplesmente me apaixonei pela escrita do autor! Somente depois de ter assistido Diário de Uma Paixão - milhares de vezes -, A Última Música e até o próprio Querido John, percebi que todas as histórias haviam sido escritas pelo mesmo autor e resolvi mergulhar nos livros para conferir as histórias por outro lado.
Querido John me surpreendeu. Primeiramente por ser tão diferente do filme. Com uma narrativa confortável feita pelo personagem principal, John, a históra é envolvente do começo ao fim. Um romance diferenciado, contemporâneo e realista. Mostrando um cenário incomum - a vida de um soldado na guerra depois dos atentados de 11 de Setembro -, o romance de Nicholas Sparks nos faz acreditar que ainda é possível encontrar o mais puro e verdadeiro amor nos dias atuais.
Todos os personagens são envolvidos por diferentes tipos de buscas pessoais. John busca escapar da vida que teve quando adolescente e escapar de suas lembranças. Savannah busca um meio de poder ajudar aqueles que precisam; consequência de ter passado toda sua infância e adolescência ao lado de um amigo que tinha um irmão autista. O pai de John busca um meio de enconder-se de si próprio, e por tabela de sua doença.
O amor retratado no livro chega a ser palpável. Intenso e arrebatador, o sentimento toma conta dos seus sentidos e quando você menos espera, está apaixonado pela história. E esse não é somente o amor vivido entre John e Savannah - na maior parte do tempo, à distância -, mas também o amor dele por seu pai e vice-versa. Amor que é compreendido nas entrelinhas; nas ações e nas situações.
Com momentos emocionantes que te levarão às lágrimas - como confesso que aconteceu comigo -, Querido John vale a pena à leitura. Nicholas Sparks mostra neste brilhante sucesso que nem toda história de amor precisa ter "o final esperado" ou "um final feliz" para ser bonita.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Parece ser lindo, louquinha para ler.

    http://who-loves-read.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...